segunda-feira, 10 de janeiro de 2005

Idem, idem, aspas, aspas.

“Seria altamente higiénico se os partidos não fizessem campanha, não sujassem as ruas e não visitassem mercados. Visitas a mercados – e a lotas – costumam oscilar entre o patético e o trágico.”

João Pereira Coutinho, em entrevista ao Correio da Manhã.