domingo, 9 de janeiro de 2005

No meu tempo havia uma coisa muito bonita chamada a ironia.

Grande, grande concerto de Joseph Arthur, no Pavilhão Atlântico, na sexta feira. E os senhores que fizeram a segunda parte também não estiveram nada mal.