domingo, 23 de janeiro de 2005

Pois.



Ela: Então, como é que vamos cortar?
(Ela: Posso experimentar umas cenas que aprendi nas aulas no teu cabelo?)
Eu: Não sei, talvez uma coisa diferente.
(Eu: Tás à vontade, nem me importo muito de fazer figura de estúpido...)
Ela: E se fizéssemos uma coisa meio assimétrica, muito fixe?
(Ela: Já vi que és um pató, vou mesmo experimentar uma merda que vi numa revista alemã que até te vais passar.)
Eu: Força.
(Eu: Força.)

Pois.