sexta-feira, 7 de janeiro de 2005

Por falar em Eduardo Prado Coelho.

Alguém consegue explicar porque é que este, e outros intelectuais da nossa praça, dizem defícil em vez de dificil?