quinta-feira, 9 de junho de 2005

Licença sabática.

Se nos próximos dias o ritmo abrandar, é porque fui matar saudades. Se não abrandar, é porque as saudades de cá apertaram. Se desaparecer, procurem-me ao largo da Costa Vicentina - pequenino, enfezadito, sem etiquetas na roupa e um talento inesperado para a prática do adufe.