terça-feira, 21 de junho de 2005

O chão que ela pisa.

A sétima arte encarregou-se de perpetuar a expressão “o som de pequenos passos no corredor” como um sinómino para a vontade indómita de paternidade ou maternidade. No meu caso, os passos no corredor que ouço diariamente são sinais de outras vontades, de outros anseios, de outros sorrisos, sim, definitivamente de outros sorrisos.