terça-feira, 19 de julho de 2005

Elogios há muitos.

Os melhores são as críticas ouvidas de pessoas a quem não se reconhece um forte Q.I.