quarta-feira, 20 de julho de 2005

Não pode.

Ontem, de volta à caixa que mudou o mundo não sei de quem, porque as férias acabam, fui presenteado com uma reportagem que nem é muito o meu género, mas que me provocou uma gargalhada, pequena mas espontânea: era sobre os novos equipamentos do Futebol Clube do Porto. Então vemos três homens encorpados, jogadores da bola, com as novas camisolas, em que uma delas era, dito mesmo assim: azul-bébé. FCP, jogadores da bola e azul-bébé?

(E que outra língua terá esta designação de pantone?)