quarta-feira, 20 de julho de 2005

A telepizza dos metrossexuais.



Pesto

Manjericão à bruta
Fatia de parmesão (parmegiano regianno, que é ninja, ou outro)
Pinhões a gosto (portanto, boés)
Queijo de cabra (curado ou menos, é um bocado igual ao litro)
Azeite (a olho, mas boé)


Meter tudo na liquidificadora (é um utensílio de cozinha deveras interessante, faz pesto e batidos: resumindo, é a felicidade personificada num electrodoméstico - se não se ligasse à corrente casava-me com ela), esperar até surgir um creme, guardar no frigorífico coberto de azeite num frasco fechado (dura seis meses, por aí) e juntar a qualquer tipo de massa cozida al dente ou a qualquer base de pizza. Fim de serviço público.