segunda-feira, 12 de setembro de 2005

Amor é...

O prestável funcionário da mercearia da minha rua me perguntar, a cada compra que faço, "então e hoje, uma garrafinha de vinho, não leva?".