sexta-feira, 28 de outubro de 2005

Ah, então o Pollock é que é arte contemporânea?