terça-feira, 25 de outubro de 2005

Desculpa-me.



Nenhuma outra mulher, desnudada ou não, poderá ser aqui colocada por mim. Eu sei, sou um crápula manipulador e insensível. Perdoa-me. Foi apenas uma garotada sobre o bochechas. Um dia eu explico-te quem é que ele foi.