sábado, 29 de outubro de 2005

Paciência de nepalês.





Há um restaurante nepalês na rua onde trabalham dois dos três pastelinhos. O hábito de enfeitar as iguarias com trabalhos de artesão elaborados em vegetais diversos já era apologia da casa, mas interrogo-me sobre quantos pequenos nepaleses agrilhoados numa cave escura e húmida de Alcântara é que se dedicaram a descobrir as propriedades esculpíveis da cenoura.