sexta-feira, 4 de novembro de 2005

Aliás,

ser transitório é como ser relativo: uma merda. No fundo argumentos como estes dois deviam falir como a Valentim de Carvalho, a TV Cabo ou a Papelaria Fernandes.