segunda-feira, 14 de novembro de 2005

Só me apetece é bradar.



No fim de ver uma bonita corrida de touros na TV Galicia, na monumental de Sevilha, vou e ponho o disco do Brad Mehldau ao vivo. Ligo para o meu amigo Tolas que é administrador de uma multinacional em Tokyo e pergunto-lhe quantas vezes é que já se chicoteou por não o ter visto em tempo real. Ele conta-me como está fartinho daquela comidinha de segunda e pede-me para começar já hoje a reservar mesas de empreitada no Painel de Alcântara, para nos redimirmos empenhadamente quando voltar.

Aproveita para falar do Cavaco, do Garcia Pereira, do Benfica e da versão de Paranoid Android desse disco.