sábado, 24 de dezembro de 2005

Ao contrário de muitos,

eu gosto do Natal. Traz-me boas recordações, cheiros, presentes e calorias.

A lembrança mais sedutora que lembro de receber foi uma bateria Tudor, embrulhada como um tesouro, para o meu primeiro carro velho. Foi ao meu pai que agradeci com longas horas de cassetes de engate, aqui há coisa de 12 anos.