terça-feira, 7 de fevereiro de 2006

Nã, nã, tudo bem.

O que pensarão os ateus, os laicos(as) ou os agnósticos desta grande paródia que os árabes estão a fazer? Será que os eternos defensores dos muçulmanos, que por sinal também são os eternos atacantes das religiões ocidentais, desta vez também acham que os maus estão deste lado e que os homens do turbante são umas vítimas?