quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007

O gordo,

que há anos manda na Madeira, despediu-se. Diz que não tem dinheiro e que assim já não consegue pagar coisas caras aos amigos. Foi-se embora mas vem aí outra vez, quer dizer, pensa que é esperto.

Foda-se este gordo é mesmo à maneira. Toca tambor e diz que ele e o Gandhi são unha com carne.