domingo, 6 de maio de 2007

Dois coelhos.

Anda tudo arreliado com os destinos futuros do próximo aeroporto internacional e das empresas que brincam às empresas que compram outras empresas. À luz dos acontecimentos recentes, com os fracassos das OPA's do BPI e da PT, e com o aeroporto cada vez mais longe dos terrenos dos Soares e do Almeida Santos, eu proponho que se resolva a questiúncula da forma que me parece mais lógica: aeroporto na OPA e não se fala mais nisso.