terça-feira, 22 de maio de 2007

Velhos no vidrão.

Não é o título de um poema da Odete Santos, mas podia muito bem ser. É um desabafo de um cidadão eco-consciente que, ao colocar o papel no papelão, é interpelado por uma cidadã, digamos, vetusta. A dita velha interroga-o (ao cidadão, portanto, eu - é melhor mudar para a primeira pessoa, que isto, parecendo difícil, é), interroga-me, dizia eu, e interroga-se, dando origem ao seguinte "diálogo", chamemos-lhe assim.

Velha: "Isto é uma fiambreira ou uma rebarbadora?"

Cidadão (portanto, eu): "Desculpe?"


Velha: "Isto que aqui está (apontando para um saco de plástico preto com um objecto volumoso no interior), é uma fiambreira ou uma rebarbadora?"


Aqui notei um tom de impaciência na voz do raio da velha muito adolescente, só lhe faltava o "dah, tecla 3" no final da frase. E eu, a olhar para uma merda de um saco de plástico preto, que tanto podia lá ter dentro o rascunho dos discursos do Bernardino Machado para o próximo debate parlamentar como os intestinos da minha vizinha do terceiro esquerdo.

Eu: "Como é que quer que saiba?"
Velha: "Então não foi você que aqui pôs isto?"

Lynch, Fellini, meninos ao pé da sexagenária, digamos, velha. Aquela merda estava a começar a dar-me arrepios. E era daquelas velhas com mais barba do que eu - fácil, mas ainda assim, creepy.

Eu: "Não."
Velha: "Foi, foi, ainda há bocado."

Eu já só sonhava que aquilo fosse uma fiambreira para poder fazer carpaccio da merda da velha ao jantar.

Eu: "Não, não fui. Quer que veja o que é?"
Velha: "Sim."

Uma vez escuteiro, para sempre escuteiro.

Eu (depois de inspeccionar o conteúdo do suspeitíssimo saco): "É uma fiambreira."
Velha: "Ah, bem me parecia."

"Ah, bem me parecia"? Primeiro: quem é que acha que uma rebarbadora é melhor do que uma sanduicheira? Segundo: para que é que a porra da velha queria uma rebarbadora? Terceiro: porque é que o raio da velha não abriu o saco? Quarto: tendo aberto o saco, uma vez que conhecia o conteúdo, porque é que me obrigou a abri-lo de novo? Quinto: what the fuck is a rebarbadora?

Eutanásia não é uma questão moral, é mais uma questão de "terça-feira dá-te jeito?".