quinta-feira, 28 de junho de 2007

Hetero vs. Metro.

(hetero)
- ...grandas mamas.

(metro)
- ...viste a pele, fantástica... e boas mamas também.

Frase do dia, mais concretamente de segunda-feira.

- Epa, já não há paciência para os bAbba.

quarta-feira, 27 de junho de 2007

Salão Piropo de Lisboa.

Das Amoreiras, vá, ou se calhar só do meu pequeno grupo de amigos: depois do já muito bom 'deixava-te coxa', chega-me agora aos ouvidos o educado e cultural 'era até vir o comunismo'.

Gostar de homens.*

Mais uma vez, os Interpol voltaram a fazer o disco que eu gostava de fazer antes de morrer. Na ressaca do falhanço (meu), valha-nos o (mais uma vez) memorável sucesso (deles).

interpoltrees

*Pilhadíssimo daqui.

terça-feira, 26 de junho de 2007

Finado mas é o caralho.

Apesar do título nada ter a ver com o que vou escrever de seguida, um palavrão fica sempre bem num blog que tem estado adormecido, a decepcionar os nossos leitores familiares.

Por outro lado, Sociologia sec.XXI poderia ser um bom título para este post.
Atentem sociólogos de todo o mundo, tenho duas propostas revolucionárias que, acho eu, vão de encontro às necessidades de todos os que compõem isto a que chamamos de sociedade:
1 - A unidade familiar devia ser formada por um trasal, três adultos. Assim, quer as tarefas de responsabilidade doméstica e administrativa de qualquer lar, quer também os momentos lúdicos, são mais fáceis de repartir e usufruir. No que toca a filhos as vantagens parecem-me bastante óbvias, permitindo assim o trasal revesar-se na sua vida normal pós 21/22 horas da noite. Relativamente à sexualidade é um bocado como se quiser acordar (a escolha de um parceiro extra deve ser falada e estudada entre os dois elementos do que antes era então o/um casal). E agora não me estou a lembrar de mais vantagens, mas jusqu'à ici tout va bien.
2 - Os fins-de-semana deviam ser como o Natal, quando um homem quisesse: previamente acordado com a empresa da qual somos dependentes, no ínicio do ano as pessoas deveriam poder escolher dois dias seguidos de folga. Assim, se eu escolhesse a quarta e quinta, poderia apanhar a culturgest aberta à tarde, sem grandes enchentes, supermercados visitáveis, sem grandes enchentes. Até podia ir a Belém se quisesse.

E não ajudo mais, que depois é tudo a aproveitar e a brilhar com as minhas sugestões.

sábado, 23 de junho de 2007

Pode parecer que este blog está, digamos, finado, mas na verdade está no auge da sua vitalidade.

E para o provar, uma bonita e artística imagem de um tractor agrícola.

tractor

quarta-feira, 13 de junho de 2007

Enquanto o Hamas, o Abbas e a Fatah se matam, devemos ver isto:

segunda-feira, 11 de junho de 2007

Posso dizê-lo sem medos.

Buraka Som Sistema é o concerto do momento.

sexta-feira, 8 de junho de 2007

O que falhou na educação que recebi?

Olho para o meu núcleo de conhecidos e percebo que conseguia mais facilmente uma Kalashnikov do que um chip para a Playstation 2.

sexta-feira, 1 de junho de 2007

Estar sempre ao lado.

Ontem estive quase para dizer bem de Portugal ao saber que estávamos em 9º lugar no ranking da segurança ao nível das nações. Mas pronto, teve que vir um manel qualquer lançar gás pimenta no Metro de Lisboa acabar com as estatísticas e com a minha nova visão.

E se eu trabalhasse para a Sonic...

Divulgava isto, porque é o que de melhorzinho se vai passar nos próximos tempos em Lisboa.