terça-feira, 18 de setembro de 2007

Uma tese sobre a viragem do século.

Uma vez li, e a História Universal comprova, que todas as mudanças de século são conturbadas e até hoje esses momentos foram sempre revolucionários e marcantes para as diferentes sociedades de diferentes épocas.

(Também por causa desta informação, e ao nível da crença em ganhar o euromilhões cada sexta-feira que jogo, construí para mim uma certeza que 2008 é que seria. Seria o meu ano e o ano da revolução, talvez económica e moral, que vem restabelecer a normalidade e felicidade às pessoas. O fim das horas de trabalho em excesso será um bom exemplo disso.)

Mas se o casal McCann é dado como culpado é como tirarem o tapete dos pés a biliões de terrestes. E ninguém mais confia em ninguém e nada, nem ninguém mais, terá valor humano. É o fim.

O fim da viragem do século. Ufa, estava a precisar.