quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Eu sei que não é novo, mas estava aqui a faltar alguma animação.

yousuck

Como é óbvio faço parte daquelas pessoas que não só dependem do youtube como acham que foi uma das maiores invenções de sempre. Mas há dois pontos que me intrigam e irritam bastante:
1. Quem é que faz parte do conselho de notáveis que analisa e retira determinados conteúdos postos online? E com que critério e normas?
2. 'This video is no longer available' põe-me em brasa, porque isso quer dizer que houve uns quantos individuos que conseguiram ver o video antes deste ter sido retirado pelo conselho de notáveis youtube, mostrando antecipação involuntária e gratuita.

terça-feira, 30 de outubro de 2007

Estava aqui a pensar.

Será que a festa de final de ano na ACAPO é um braile de finalistas?

Converse.

Não do verbo, mas da marca.

Serei eu que estou com as referências trocadas, ou a Converse produziu sapatilhas várias como se não houvesse amanhã e, como quem dá mesas e cadeiras de plástico a esplanadas, está a dar colecções inteiras aos lojistas para que ponham aquilo na montra?

Com vicções fortes.

Marco Borges, que em muito contribuiu para o humorismo nacional desde a sua aparição no primeiro Big Brother, caracterizou-se assim como homem. Hoje, a espreitar o Record de quem almoçava ao meu lado, tive a sorte de ler o título 'Danos com laterais'.

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Fila de Putin.

Epa, tá cá um trânsito.

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Foda-se.

O facto dos lucros do BES terem crescido 60% nos primeiros nove meses deste ano, face a igual período do ano passado, confesso, incomoda-me. E agora que escrevo isto nem sei bem em que medida, até porque tenho uma boa dose de tolerância com a riqueza alheia. Mas dá-me ilegalidade, exploração de trabalho infantil, violação dos direitos do homem, pactos com a tvi e outras tantas merdas que fariam com que a Greenpeace tivesse um grupo de activistas exclusivo para passar o dia a algemar-se, despir-se e barricar-se em estruturas físicas deste banco. Pronto, acabei de dizer tudo: b-a-n-c-o. Deve ser por isso, só pode ser por isso.

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Entroncamento.

Por tudo o que há de mais sagrado (vá, conquilhas e imperial no final de um dia de praia), eu não sei porque é que isto foi parar ao meu posto de trabalho. Mas que lá estava, estava. Assim mesmo, em todo seu esplendor. Eu não sou facilmente impressionável com fenómenos paranormais e mezinhas afins (enfim, o sangue talvez me agoneie ligeiramente), mas isto é uns bons paralelos para lá do entroncamento.

wtf

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Ainda a propósito das coisas estranhas que teimam em suceder neste rectângulo à beira-mar plantado.

Sucede que, na indecisão sobre o tipo de vestuário a usar em épocas de indefinição metereológica, o tuga opta pela escolha inteligente - é Outubro, ergo, tá frio, se tá frio, é malha, e mai nada. Ora, apesar de ser Outubro (e o senhor do nobel explicará isto melhor do que eu), sucede que está uma canícula do camandro, sobretudo para a altura do ano.

Agora, e partindo do princípio que toda a gente tem, pelo menos, a capacidade de perceber se tem frio ou calor, é simples: é Outubro, sim, mas está calor. É bizarro? Sim. Vou vestir uma malha? Não. Isto a mim parece-me simples, mas vai-se a ver e estou aqui a soar um bocado apachecopereirizado com discursos herméticos e ininteligíveis.

Seja como for: malta, dica - quando estiverem a suar do bigode, é altura de largar a gola alta, ok? Não precisam de agradecer.

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Indumentária nacional.

Não será novidade para ninguém que os portugueses, regra geral e longe das amoreiras, vestem-se mal e de uma forma única, muito própria, sendo os sapatos de vela o expoente máximo desta bizarria (nem sequer têm sola branca, nem são usados exclusivamente para a prática de golf). E quando não é nem verão nem inverno, simplesmente estamos numa estação de transição, a coisa atinge o desconexo que aí está nas ruas. Bom, ao menos ainda há os brasileiros.

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Este blogue presta,

ao contrário do congresso do PSD. E tem uma média de um(1) post um (1), por dia.

quinta-feira, 11 de outubro de 2007

1000.

Este é o nosso milésimo post!

Desperdiçado desta forma tão ridícula.

Teaser II

999...

Teaser I

998...

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Deixa lá se ver se me consigo explicar.

Há a música. E depois há isto.

* Podem descarregar legalmente o absolutamente genial (assim mesmo, sem medos) "In Rainbows" a partir de hoje, pelo valor que quiserem pagar, no linkzinho aí de cima. É de aproveitar, amigos, é de aproveitar.

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Last action hero.

É este senhor aqui, neste retrato muito pouco ficcionado da indústria de cinema de LA. Touché.

Opinião cientificamente comprovada, empiricamente confirmada e bastas vezes testada.

O túnel do marquês resolve é mas é os tomates.

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Larousse.

Ó Mexia, entre a Tradução Simultânea e o Vício de Forma falta ali qualquer coisa. E, para que isto não soe a pedinchice pré-eleitoral (a malta aqui não tem electrodomésticos de qualquer espécie para oferecer), este reparo tem a ver com a questão Interpol/Blonde Redhead. Os miúdos têm graça e tal, mas, e desculpar-me-ás o atrevimento, não têm disto:

Roubado ao Tentúgal.

- Bebi tanto leite, tanto leite, que estou meio-gordo.

Roque Enrole.

Foram um grupo importante e os seus membros, para além de andarem sempre cheios de frio, são considerados por muitos como os pais do Heavy Metal.

O seu nome: Lã de Zeppelin.

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Sim, sim, a Scarlett e a marcha-atrás e a pena de morte e tal.

O que realmente interessa é matar saudades de quem já não está. E ele há malta que faz isso bem demais. Enjoy.



Scott Matthews, "Elusive"



Patrick Watson, "Drifters"

*Não é só o fantasma do Buckley que para aqui anda - o Ed Harcourt faz uma visita acolá, o Antony (dos Johnsons) também (ambos mais patentes no caso do Sr. Watson), mas sem o Jeff estes meninos andavam todos ai ó tio ai ó tio. Pois.

Ainda na onda DGV.

Os SMARTS já vêm com a “miúda-que-se-acha-óptima-mas-que-afinal -é-só-mais-ou-menos” de origem?

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Post aberto às leitoras:

Não que me tenha acontecido qualquer incidente, mas porque é que, sentadas ao volante, vocês fazem marcha-atrás só a olhar os espelhos, sem olhar para trás? É que a manobra está mesmo a dizer e tudo.